Ser um trainee: saiba mais sobre o trabalho e suas vantagens

A maioria das empresas, hoje em dia, estão abrindo espaço para um novo tipo de funcionário: os trainees!

Normalmente feito por pessoas que ainda estão cursando ensino superior ou são recém-formados, o trabalho trainee tem como principal objetivo preparar um funcionário para ocupar um cargo superior em sua área no futuro.

Essa dinâmica de trabalho já é bastante utilizada principalmente entre as multinacionais, uma vez que estas são empresas que tem a possibilidade de investir financeiramente em novos talentos.

Esse tipo de trabalho é conhecido por trazer um crescimento de carreira mais rápido, já que um dos objetivos da empresa é manter esse funcionário a longo prazo.

Além disso, ser trainee também tem outras vantagens, como ter uma remuneração acima da média, oportunidade de trabalhar em diversos setores ou no exterior e oportunidade de criar uma rede de contatos importantes para a carreira.

1

 

Estágio e Trainee: quais as diferenças?

As principais diferenças entre um estagiário e um trainee são suas funções e como realizarão os trabalhos.

O estagiário é contratado para realizar um trabalho, normalmente, mais técnico, auxiliando o trabalho dos outros membros da equipe.

O trainee, por sua vez, realiza trabalhos que funcionam como um treinamento, a fim de ter capacidade de trabalhar em um cargo superior no futuro.

Ou seja, os trainees são treinados para ocupar tanto os cargos superiores de nível técnico como os cargos de gerência ou supervisão, por exemplo.

 

Por que as empresas contratam trainees?

O principal objetivo da empresa ao contratar um trainee ao invés de um estagiário é formar um profissional qualificado que já conheça as dinâmicas, os valores e os objetivos da empresa quando atingir cargos maiores na companhia.

Isso faz com que o trabalho da empresa seja otimizado, já que não é necessário contratar uma pessoa nova e de fora da empresa, que não tem total conhecimento sobre o funcionamento da companhia, mesmo que tenha experiência.

 3

Processo seletivo para trainees

Os processos seletivos para ocupação de cargos de trainee conhecidos por serem muito concorridos.

Assim, para agilizar e facilitar a escolha, as empresas realizam diversas etapas e em cada uma buscam um tipo de diferencial.

As etapas mais comuns nesse tipo de processo seletivo são:

  • Inscrição
  • Testes online: existem vários tipos de testes, cada um para avaliar um tipo de conhecimento, habilidade e, principalmente, se os valores pessoais do candidato são compatíveis com o da empresa.
  • Dinâmicas em grupo: nessa etapa, os recrutadores observam como o candidato trabalha em grupo e como lida com outras ideias e pessoas.
  • Apresentação de painel: um dos momentos decisivos, pois o candidato mostra seus conhecimentos e habilidades para os principais recrutadores da companhia. Às vezes é realizado antes das dinâmicas em grupo.
  • Entrevista: normalmente a última etapa e uma das mais importantes do processo seletivo. Também pode ser realizada em inglês.

2

No Brasil, as principais multinacionais que oferecem cargos de trainee são a Unilever, a Ambev e a Gerdau.

Saiba mais sobre a Vivo, e porque ser um Trainee Telefônica Vivo

Fornecedora de serviços de telefone e Internet, além de outros, a Vivo é uma das maiores operadoras do Brasil.

Abrangendo todo o país, a Vivo oferece diversos tipos de pacotes e planos que podem ser escolhidos a partir da necessidade de cada pessoa.

Conheça um pouco mais sobre a empresa!

V

Serviços fornecidos

Os serviços oferecidos pela Vivo são destinados à telefonia móvel e fixa, Internet Banda Larga e Móvel (tanto 3G quanto 4G) e TV à Cabo.

Cada tipo de serviço apresenta diversas opções de pacotes que diferem em preço e em suas características.

Os pacotes de telefonia fixa e móvel variam entre as opções pré e pós-pago, sendo a primeira com valor variáveis para se encaixar melhor em cada necessidade específica.

No caso da Internet fixa e móvel, a operadora também apresenta opções de planos pré-pagos ou pós-pagos.

A variação, neste caso, se dá na velocidade da Internet Banda Larga e na quantidade de Dados Móveis disponíveis para uso pelos smartphones.

Dessa mesma forma, a TV à Cabo apresenta diversas possibilidade de pacotes para todos os tipos de famílias e que variam entre os preços e quantos e quais canais serão transmitidos a partir de um pacote.

Além dos serviços nacionais, a Vivo oferece também o “Roaming Internacional”.

Assim, é possível utilizar seu chip da Vivo em outros locais do mundo a partir de planos e pacotes específicos que a empresa oferece tanto para uso da telefonia quanto para uso de Internet Móvel.

 2

Número de clientes e Cobertura

De acordo com a Anatel (órgão que regulamenta as operadoras de telefonia no Brasil), cerca de 30% dos planos de celulares no Brasil são da Vivo.

A cobertura de sinal da empresa atinge nível nacional, atendendo cerca de 95% do território do país e estando presente em cerca de 3.800 cidades no Brasil.

A empresa é a maior em número de clientes, sendo cerca de 76 milhões em todo o Brasil, segundo dados de 2013 apresentados pela Anatel.

 Vivo

Sua história

A empresa foi fundada em abril de 2003 após a junção de diversas outras operadoras estatais de regiões do Brasil, como a “Celular CRT Participação S/A” e a “Global Telecom S/A”.

A Vivo, em sua criação, contou com a parceria e investimento de outras duas empresas: a Telefônica Brasil e a Portugal Telecom.

Essa parceria durou até 2010, quando as ações da empresa portuguesa foram vendidas para a Telefônica.

A Telefônica Vivo

A partir da compra da Portugal Telecom pela Telefônica, em 2010, a empresa passou a se chamar “Telefônica Vivo”.

Nesta época, os serviços oferecidos pela empresa já não se limitavam aos de telefonia fixa e móvel e a empresa já fornecia pacotes de TV à Cabo e Internet Banda Larga.

Dois anos depois, em 2012, após a Telefônica Vivo se tornar a única proprietária da empresa, o nome foi mudado novamente e passou a ser apenas “Vivo”.

Outra compra importante para a empresa aconteceu em 2015, quando a Vivo passou a ser dona da GVT, uma operadora de TV, aumentando ainda mais o número de clientes.

 

O que usar em uma entrevista para trainee?

A entrevista é uma das etapas mais importantes na hora de conseguir um emprego como trainee em uma empresa.

Por isso, assim como em entrevistas de emprego convencionais, é necessário se preparar para o momento, pensando sempre em destacar suas qualidades profissionais.

É muito comum as pessoas se prepararem para as perguntas mas acabarem esquecendo que a forma de se vestir também é muito importante nessas situações.

Pense sempre no perfil da empresa e no perfil de funcionário ideal para ela na hora de escolher a vestimenta.

Assim, você não corre o risco de utilizar uma roupa que não combine com o que a empresa deseja.

Outro ponto importante é não se esquecer que os sapatos também devem condizer com a roupa utilizada e com a ocasião.

Veja dicas do que vestir e quais sapatos usar!

22

Como se vestir: homens e mulheres

As dicas principais são se vestir com roupas sem muitos detalhes, que transmitam seriedade.

Mesmo o cargo sendo de trainee, é importante mostrar que, apesar de ser mais novo, você consegue mostrar seriedade e profissionalismo quando o assunto é mercado de trabalho!

Mulheres:

Para um look mais formal, prefira uma camisa e calça sociais de cores neutras e, se for possível, use um terninho para deixar o look mais sério.

Caso não queira se arriscar em um look muito sério, prefira, então, roupas mais casuais, mas que ainda transmitam profissionalismo.

Escolha camisas sociais também, mas use uma calça jeans (preferência para as de tecido escuro).

Lembre-se sempre de ser básica, use uma maquiagem leve e não abuse dos acessórios.

Homens:  

Para os looks mais formais, use camisa e calça sociais e um terno, caso o perfil da empresa seja mais sério.

Assim como para as mulheres, caso deseje ir vestido de uma forma mais casual, troque a calça social por uma calça jeans.

a

Qual sapato usar?

Tão importante quanto a roupa, os calçados para uma entrevista também devem ser escolhidos com cuidado.

Não use um sapato muito chamativo ou que não se encaixe com o momento, como sapatos de festas, isso pode desfavorecer sua imagem frente aos recrutadores.

Mulheres

Usar um scarpin mais baixo ou uma sandália (mais fechada) com salto não é um problema para a maioria dos recrutadores e, no caso das roupas mais formais, trazem uma impressão de formalidade ainda maior.

Já para quem optou pelo look mais casual, sandálias com salto mais baixo, também mais fechadas, ou sapatilhas são uma boa escolha.

Nesse caso, é possível utilizar calçados de cores mais fortes, desde que combinem com a roupa e não sejam muito chamativos.

Para os looks mais formais, escolha sapatos de cores neutras ou preto, mas o salto alto é permitido. Na Passarela tem uma lista deste estilo em promoção (não esqueça de usar um desconto para economizar ainda mais).

Evite utilizar botas, principalmente as de salto, porque elas se destacam na vestimenta mais formal.

Homens

Para os homens, a dica principal é utilizar sapatos fechados, nada de chinelos ou sandálias.

Para uma vestimenta mais formal, use sapato social de cor preta ou marrom escuro.

Para as roupas mais casuais, procure usar tênis ou sapatênis de cores neutras e que combinem com sua camisa ou calça, por exemplo.

33